A DARDEN é uma empresa de referência na importação, produção e comercialização de plantas artificiais, árvores artificiais, flores artificiais, plantas e árvores exóticas. Desde o início, acompanhamos a evolução do mercado, escolhendo como parceiros de negócio os melhores fabricantes internacionais. Reunimos uma selecção de flores, plantas e árvores artificiais que atingem níveis de perfeição e realismo surpreendentes. Orgulhamo-nos de apresentar em cada planta ou árvore artificiais, verdadeiras obras de arte, distinguindo-se das reais apenas pelo toque. Somos por isso, a primeira escolha como uma empresa de plantas artificiais de qualidade e seriedade. Mais do que fornecedores, somos parceiros de decoradores e arquitectos de interiores que nos consultam para um aconselhamento, implementação e manutenção de diversos projectos que envolvam plantas, flores ou árvores artificiais. Plantas e árvores artificiais e altissíma qualidade. Soluções decorativas de interior. Natureza artificial.

Informações complementares

Números-chave

Esta empresa não forneceu essas informações.

Organização

  • Ano de criação 1989
  • Natureza da empresa Natureza da empresa Sede social
  • Actividade principal Actividade principal Grossista

Mercados e zonas de troca

Zonas de clientela

Esta empresa não forneceu essas informações.

Esta empresa não forneceu essas informações.

Esta empresa não forneceu essas informações.

Informações comerciais

Termos de Comércio Internacional

Esta empresa não forneceu essas informações.

Formas de pagamento

Esta empresa não forneceu essas informações.

Bancos

Esta empresa não forneceu essas informações.

Sector de atividade

Palavras-chave associadas a esta empresa

  • Flores, plantas e frutas artificiais
  • Plantas e árvores exóticas artificiais
  • flores e plantas artificiais
  • plantas artificiais
  • bambus artificiais
Uma página para a sua empresa Está a ver isto? Os seus potenciais clientes também
Junte-se a nós para ficar visível no EUROPAGES.
Adicionar a minha empresa

O EUROPAGES recomenda-lhe igualmente

107 v