EXPORPLÁS S.A.

Fundada em 1981, EXPORPLÁS SA é uma empresa portuguesa líder na produção e exportação de cordas sintéticas, fios e fibras de alta performance. Temos dois locais de produção, totalizando 40.000m ². Nosso local de produção principal está estrategicamente localizado em Portugal, a apenas 35 km do porto e do aeroporto do Porto. A segunda unidade de produção está localizada em Nacala, Moçambique e é onde todos os fios e cordas feitas de fibras naturais são produzidos. Para informações mais detalhadas entre em contato conosco.   Produtos e Mercado: A nossa gama de produtos é destinada ao grande número de aplicações, tais como a agricultura, a pesca, de embalagens, construção civil e indústria grama artificial. Desde 2005, EXPORPLÁS SA é uma empresa certificada ISO 9001: 2008 reconhecida internacionalmente pela T.

Web sites da empresa

Pré-visualização do catálogo de produtos

actividade

Palavras-chave associadas a esta empresa

  • Cordas e cordões
  • cordas e cordéis
  • cabos e fios
  • cordas de fibras artificiais e sintéticas
  • fitas de fibras artificiais e sintéticas

Informações complementares

Editar os conteúdos da minha empresa

Números-chave

  • 101 - 200
    efectivo
  • 1 – 10
    Comerciais
  • 95%
    % VN em exportação
  • 10.000 K€ - 49.999 K€
    Montante de negócios

Organização

  • Ano de criação
    1981
  • Natureza da empresa
    Natureza da empresa
    Sede social
  • Actividade principal
    Actividade principal
    Fabricante/ Produtor

Mercados e zonas de troca

Zonas de clientela

Regional
Nacional
Europeu
Internacional
Verde: zona abrangida
Cinzento: zona não abrangida
 
 

Informações comerciais

Termos de Comércio Internacional

Esta empresa não forneceu essas informações.

Formas de pagamento

Esta empresa não forneceu essas informações.

Bancos

Esta empresa não forneceu essas informações.

Uma página similar para a sua empresa? Seja também encontrado. Crie facilmente a sua página para referenciar a sua empresa no EUROPAGES. Adicione a sua empresa

O EUROPAGES recomenda-lhe igualmente

142 v